CULTURA

Fadista Marco Rodrigues fecha sessões do Lado B em SB de Messines

O auditório Francisco Vargas Mogo, em SB Messines, irá receber no dia 11 de dezembro, pelas 21:30, a última sessão do Lado B, com Marco Rodrigues, iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Silves.

Neste espetáculo, o fadista apresenta ao vivo “Copo Meio Cheio”, o seu novo disco, sucessor de “Fados do Fado”, nomeado para um Grammy Latino.

A rúbrica Lado B, promovida pela Câmara Municipal de Silves, procura apresentar ao público “uma versão mais descontraída e intimista dos artistas. Ao concerto, associa-se uma breve conversa, como forma de aproximar o público ao artista”, recorda a Câmara de Silves.

“Copo Meio Cheio” é um trabalho desafiante que levou o fadista a convidar uma série de compositores e letristas da música pop nacional, como: Diogo Piçarra, Agir, Carlão, Capicua, Luisa Sobral, Marisa Liz e Tiago Pais Dias (Amor Electro), Guilherme Alface e João Direitinho (ÁTOA), Boss AC, Pedro da Silva Martins (Deolinda), entre outros.

Com produção de Tiago Machado, “Copo Meio Cheio” não é um disco de fado, não é um disco de pop, é um disco de Marco Rodrigues, onde a sua identidade e a sua incrível capacidade interpretativa se encontram mais definidas do que nunca.

Em palco, acompanhado por um trio de fado e um set de bateria e percussão, Marco Rodrigues apresentará, para além de alguns temas de “Copo Meio Cheio”, muitos dos sucessos que marcaram a sua carreira, como “Homem do Saldanha” e “Rosinha dos Limões” e alguns fados tradicionais incontornáveis.

Com um custo de 10 euros, os bilhetes para este espetáculo poderão ser adquiridos quer através da bilheteira online BOL, quer nos locais habituais de venda (FNAC, Worten, CTT, EI Corte Inglês e Pousadas de Juventude). Poderão, ainda, ser adquiridos no próprio dia do espetáculo, no local, a partir das 20h00, caso haja disponibilidade de bilheteira.

A sessão tem lotação reduzida, por forma a cumprir as orientações veiculadas pela DGS e o auditório Francisco Vargas Mogo “encontra-se em conformidade com as normas de segurança”, esclarece a autarquia.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste