Falta de combustível em centenas de postos ameaça parar a região

A greve que arrancou esta segunda-feira, 12 de agosto, convocada pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas, e que vai decorrer por tempo indeterminado, já “secou” centenas de postos em toda a região.

Vários leitores confirmaram ao JORNAL do ALGARVE que há centenas de carros à espera para abastecer nos postos de combustível de todos os concelhos, sendo que a maioria já está encerrada ou não dispõe de alguns tipos de combustíveis, especialmente nas maiores cidades algarvias. Ou seja, como se esperava, o impacto desta greve está a ser mais significativo na zona do Algarve, região onde, por estes dias, transitam milhares de turistas.

As estatísticas indicam que há já centenas de postos de abastecimento sem alguns tipos de combustível em toda a região. De acordo com a plataforma “Já Não Dá Para Abastecer”, a situação está a agravar-se a cada hora que passa. E ainda estamos no primeiro dia da greve…!

Criada pelos Voluntários Digitais em Situações de Emergência (VOST), a plataforma online recolhe informação partilhada pelos utilizadores e compila, em tempo real, um mapa dos postos onde é ou não é possível abastecer – e será o local ideal para acompanhar a evolução das consequências desta greve.

Vale a pena espreitar também a lista disponibilizada pelo Governo, que decretou estado de emergência energética e que, por isso, divulgou a localização dos locais que fazem parte da REPA, a rede estratégica de postos de abastecimento – bombas que estarão a funcionar normalmente. São, ao todo, 374 postos (22 no Algarve), sendo que cada carro poderá apenas abastecer até um limite de 15 litros.

No entanto, segundo apurou o JORNAL do ALGARVE, até nestes postos já existem muitas falhas no abastecimento. E tudo porque houve uma enorme corrida aos combustíveis nos últimos dias, uma situação que será agora previsivelmente agravada pela greve dos motoristas.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste