ALGARVE

Faro: Alunos de Agrupamento escolar vão para a escola de bicicleta uma vez por semana

[mobileonly] [/mobileonly]

No âmbito do projeto BIKE ME, os alunos da escola secundária Pinheiro e Rosa vão iniciar terça-feira, dia 14, um projeto de uma deslocação semanal para a escola com o uso da bicicleta, iniciativa que conta com o apoio da PSP, que garante a segurança do grupo a partir dos 5 pontos de reunião de alunos ciclistas pela cidade, anunciou o Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa.
Segundo o agrupamento escolar, o objetivo não se esgota num dia em que os alunos do ensino básico da cidade de Faro vão para a escola bicicleta, mas prevê que esse tipo de mobilidade se repita uma vez por semana, com a participação de professores que acompanham os alunos.
Os alunos receberam formação prévia sobre as regras de trânsito e o uso do capacete é obrigatório pela escola, apesar do código da estrada não o obrigar.
Terça-feira. Pelas 8:00, parte o primeiro grupo do ponto de reunião junto à rotunda do hospital (frente à Escola da Penha). Os alunos seguem pela Avenida Gulbenkian intercetando os restantes quatro pontos de reunião até a Escola Neves Júnior. Está previsto o mesmo trajeto de regresso a casa à hora do almoço e à tarde. 
“Pretendemos desenvolver nos Alunos uma consciência cívica ativa, em que os alunos são os próprios atores da mudança do paradigma da mobilidade Urbana e em consequência promotores de um ambiente sustentável”, sublinha o Agrupamento.
No âmbito do projeto educativo do Agrupamento de Escolas, a sustentabilidade ambiental do planeta é trabalhada nas vertentes de sensibilização social, “mas sobretudo na vertente da mudança de paradigma da mobilidade dos jovens em concreto”.
“Ideias, contestações e manifestações tem estado na ordem do dia da agenda social política e educativa, mas é chegado o momento de passar à prática. Isto consegue-se se cada um de nós der o seu contributo a favor da descarbonização planetária, adotando meios de mobilidade não poluentes. A bicicleta está no centro das soluções urbanas contra as emissões de carbono, de micro e de nanopartículas, pelo que será reforçado o incentivo da sua utilização como meio de transporte”, justificam os organizadores.
Sublinha que se pretende desenvolver nos alunos uma consciência cívica ativa, em que eles são os próprios atores da mudança do paradigma da mobilidade urbana e em consequência promotores de um ambiente sustentável.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste