ALGARVE

Félix Braz chega a vice-primeiro-ministro no Luxemburgo

Félix Braz (Foto: Charles Caratini/PCUE)
Félix Braz (Foto: Charles Caratini/PCUE)

 

 

 

O lusodescendente Félix Braz, filho de algarvios de Castro Marim, deverá chegar a vice-primeiro-ministro do Luxemburgo, cargo que acumulará com o de ministro da Justiça, avança o jornal luxemburguês Wort.

De acordo com aquele diário, Félix Braz deverá repartir o cargo de vice-primeiro-ministro com o ministro da Economia, Étienne Schneider, no novo governo.

“As linhas gerais do acordo de coligação (DP-LSAP-Déi Greng) para a formação de Governo são apresentadas esta quinta-feira pelo primeiro-ministro indigitado Xavier Bettel, bem como pelos líderes das delegações de cada partido da coligação: Corinne Cahen (DP), Stephen Schneider (LSAP) e Felix Braz (Dei Gréng)”, explica o jornal online LUX24, órgão de informação dirigido à comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo.

Félix Braz voltou a ser o único lusodescendente eleito nas eleições legislativas realizadas em outubro, tal como já tinha acontecido em 2013.

Os ambientalistas Déi Greng (Os Verdes), de Félix Braz, foram uma das forças políticas vencedoras, ao reforçarem a sua posição na Câmara dos Deputados e na consequente formação de Governo.

Filho de algarvios de Castro Marim, que emigraram na década de 1960 para o Luxemburgo, Félix Braz, de 51 anos, é o primeiro lusodescendente a ocupar o cargo de ministro no Grão-Ducado e, muito provavelmente, também será o primeiro a chegar a vice-primeiro-ministro.

Félix Braz continua a visitar regularmente a região algarvia, nomeadamente Castro Marim e Vila Real de Santo António, onde tem a sua família. O irmão é proprietário do restaurante “Mestre Abílio”, localizado no mercado municipal da cidade pombalina.

Domingos Viegas

Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: