Lagoa lança plano para igualdade de género

.
.

O município de Lagoa integrou o projeto PROIGUAL – Promoção de Planos de Igualdade na Administração Pública, a convite da Confederação dos Empresários do Algarve (CEAL) que, enquadrado nas prioridades de âmbito nacional e europeu no que respeita às responsabilidades de promoção da igualdade de género por parte dos organismos da administração pública local, visa a promoção da igualdade de género nas autarquias através da implementação de um plano para a igualdade, através da assessoria especializada nesta matéria pela empresa CH Consulting.

Depois de designada a conselheira local para a igualdade, que integra o conselho local de ação social de Lagoa desde fevereiro de 2012, foi desenvolvida formação junto de uma equipa interna proveniente das várias áreas de atuação do município, dotando-a de competências específicas para a promoção de políticas de igualdade de género e respetiva implementação.

A autarquia lagoense adianta ainda que, entre junho e dezembro do ano transato, teve lugar a fase de diagnóstico, que foi alargando a participação aos vários setores do município, envolvendo gradualmente vários colaboradores internos, dando origem à elaboração do Plano de Ação para 2013.

“Encontra-se agora na fase de implementação das medidas concretas para adoção de políticas de gestão internas que promovam a igualdade de género, para posteriormente procurar disseminá-las para a comunidade, nomeadamente junto dos agentes económicos e outros parceiros sociais, sensibilizando-os para a adoção de medidas promotoras da igualdade e que favoreçam a conciliação entre a vida familiar e profissional”, explica a Câmara de Lagoa.

Lagoa prepara código de ética e conduta

A autarquia informa ainda que, numa primeira fase, “serão construídos um conjunto de instrumentos que permitirão definir, pelos trabalhadores e trabalhadoras da organização, a respetiva missão, visão e valores da Câmara Municipal de Lagoa, o que dará origem à redação de um código de ética e de conduta”.

A partir destes documentos de base será readaptado um “manual do/a colaborador/a”, promovendo-se igualmente “uma maior comunicação interna entre os diversos setores com a criação ferramentas de auscultação da satisfação/motivação individuais, complementada com ações de consolidação do trabalho em equipa, através de atividades lúdicas em espaços municipais alargando à participação das respetivas famílias”.

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste