Luxemburgo: Félix Braz volta a ser o único lusodescendente eleito nas legislativas

.

Félix Braz, com raízes em Castro Marim e atual ministro da Justiça do Luxemburgo, voltou a ser o único lusodescendente eleito nas eleições legislativas do último domingo, tal como já tinha acontecido em 2013.

Os ambientalistas Déi Greng (Os Verdes), de Félix Braz, foram uma das forças políticas vencedoras da noite eleitoral, ao reforçarem a sua posição na Câmara dos Deputados e na consequente formação de Governo.

Félix Braz obteve 25.124 votos na circunscrição Sul. Natalie Silva (CSV), ‘burgomestre’ de Larochette, de origem cabo-verdiana, teve 15.961 votos e foi a segunda mais votada entre os lusodescendentes, mas não conseguiu ser eleita.

Filho de algarvios de Castro Marim, que emigraram na década de 1960 para o Luxemburgo, Félix Braz, de 51 anos, é o primeiro lusodescendente a ocupar o cargo de ministro no Grão-Ducado. Chegou ao Governo luxemburguês em 2013 e é atualmente o ministro da Justiça.

Continua a visitar regularmente a região algarvia, nomeadamente Castro Marim e Vila Real de Santo António, onde tem a sua família. O irmão é proprietário do restaurante “Mestre Abílio”, localizado no mercado municipal da cidade pombalina.

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste