Mega operação na fronteira envolve 80 efectivos

O Centro de Cooperação Policial e Aduaneira (CCPA) coordenou ontem uma mega operação junto à fronteira de Castro Marim/Ayamonte, entre as 17h00 e as 22h30. Forças e Serviços de Segurança do Algarve, fiscalizaram 234 veículos ligeiros, 40 pesados, 17 embarcações e 728 cidadãos nacionais e estrangeiros, e efectuaram duas detenções.

Articulada com uma operação de grande impacto a nível nacional, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF),  esta acção contou com a participação das Forças e Serviços de Segurança do Algarve, num total de 80 efectivos, 15 viaturas, duas embarcações e quatro binómios da GNR, tendo resultado na fiscalização de 234 veículos ligeiros, 40 pesados, 17 embarcações e 728 cidadãos nacionais e estrangeiros.

Foram efectuadas duas detenções por posse de estupefacientes (15 gramas de haxixe e 0,5 gramas de cocaína) e apreendidos 2,500 quilos de pescado fresco, 500 quilos de produtos hortícolas e 150 quilos de fruta. As autoridades procederam a uma notificação de abandono voluntário e duas de readmissão activa (cidadãos provenientes de Espanha que se encontravam em situação irregular e foram devolvidos àquele país); dois autos de notícia no âmbito das leis ambientais, 18 relativamente ao código da estrada, quatro com apreensões de veículos no âmbito da legislação aduaneira e nove no âmbito da legislação laboral; e uma medida cautelar.

Da operação resultaram aínda dois autos de notícia no âmbito das leis ambientais, 18 relativamente ao código da estrada, quatro com apreensões de veículos no âmbito da legislação aduaneira e nove no âmbito da legislação laboral.

A Governadora Civil realçou “a estreita colaboração existente entre as autoridades das regiões do Algarve e da Andaluzia”, nomeadamente no âmbito do CCPA, que tem permitido, não só agilizar a troca de comunicações entre os dois países, como aumentar a eficácia das medidas operacionais, nomeadamente no que concerne ao combate da imigração ilegal e ao tráfico de pessoas.

A Governadora Civil de Faro, Isilda Gomes, realçou a propósito desta operação, a importância das operações policiais conjuntas envolvendo todas as Forças e Serviços de Segurança do Algarve, tendo em conta o contributo destas acções, não só para a eficácia do combate à criminalidade, como também para a sua prevenção e aumento do sentimento de segurança das populações.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste