Melhores acordeonistas do mundo atuam em Albufeira

Luís Mira, campeão mundial de acordeão
Luís Mira, campeão mundial de acordeão

A 28ª edição da Gala Internacional do Acordeão está de regresso a Albufeira, de 14 de março a 4 de abril, com espetáculos agendados em vários locais do concelho.

Evento com fortes raízes na região, esta gala traz a Albufeira os melhores acordeonistas nacionais e internacionais. Os espetáculos são de entrada gratuita, à exceção do auditório municipal, que custam cinco euros.

O evento, organizado pela Associação Rodas do Relógio, com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira e das quatro juntas de freguesia do concelho, conta com a atuação dos campeões mundiais Domi Emorine (França), Petar Maric (Sérvia) e Luís Mira (Portugal).

Francisco Sabóia, Henídeo Gonçalves, Jorge Alves, Maria Adélia Botelho, Marcelo Riu, Nelson Marto, Adriano Lapa, Francisco Monteiro e Tiago Inácio (Portugal), Michel Sapateado (França) e Gary Blair (Escócia) irão dividir o palco com os dois campeões do mundo ao longo das cinco atuações programadas para Albufeira, entre 14 de março e o dia 4 de abril.

Espetáculos arrancam esta quinta-feira

Esta quinta-feira, dia 14 de março, pelas 21h30, o espetáculo decorre nas instalações da associação Ascratia, em Ferreiras. No dia 15, a gala está marcada, para a mesma hora, no auditório municipal de Albufeira. No dia 24, é a vez de Paderne acolher mais uma exibição. Neste dia, o espetáculo realiza-se à tarde, pelas 15h00, na Casa do Povo. No último dia do mês, 31 de março, o evento repete-se, pelas 21h30, desta feita nas antigas instalações da Junta de Freguesia de Olhos de Água. O último espetáculo no âmbito da gala realiza-se no dia 4 de abril, pelas 21h30, no salão cultural e recreativo da Guia.

“Há muito que o acordeão conquistou um espaço próprio na música algarvia e no folclore regional, com especial destaque no corridinho. Para além disso, recorde-se que Albufeira é um concelho com tradições ligadas a este instrumento musical, sendo o único município do país a acolher um espaço de cariz museológico, em Paderne, totalmente dedicado ao acordeão, com um espólio que abrange mais de 1500 peças”, realça a organização.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste