ECONOMIA

Ministros procuram solução definitiva para acalmar mercados

[mobileonly] [/mobileonly]

Os ministros das Finanças europeus deverão discutir hoje e terça-feira em Bruxelas novas formas para acalmar os mercados financeiros ainda desconfiados sobre a boa saúde da Zona Euro.

Os responsáveis europeus da Zona Euro (16 países) irão hoje, a partir das 17:00 (16:00 de Lisboa), passar em revista as medidas que poderão ainda ser tomadas para estabilizar os mercados que continuam inquietos.

A habitual reunião mensal será alargada terça-feira aos países da União Europeia (27), sendo de esperar que se formalize a decisão tomada há uma semana de ajudar a Irlanda com um pacote de 85 mil milhões de euros.

Os ministros “vão continuar a afinar e reforçar a resposta sistémica da Europa à crise atual”, disse na sexta-feira o comissário europeu responsável pelas Assuntos Económicos, Olli Rehn.

Apenas o Banco Central Europeu (BCE) conseguiu acalmar, no final da semana que passou, os mercados.

O BCE anunciou na quinta-feira a manutenção do seu dispositivo de medidas excecionais a favor da banca, nomeadamente, que iria continuar manter o seu programa de compra da dívida pública dos países da Zona Euro em dificuldade.

A autoridade monetária europeia acelerou desde esse dia a compra de dívida portuguesa e irlandesa de forma a estabilizar a Zona Euro, mas o presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, considerou que os europeus deviam encontrar outras respostas à crise.

Os responsáveis europeus deverão assim discutir a possibilidade de aumento do montante do atual mecanismo provisório de estabilização financeira, assim como o mecanismo permanente que começará a funcionar a partir de 2013.

Convidado para participar na reunião de hoje, o presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, deverá também defender o crescimento do fundo de resgate aos países com problemas para pagar a sua dívida pública (soberana).

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: