Obras de “Santa Engrácia” na GNR de Lagos

Em 2012, o anterior Governo reconheceu que o posto territorial do concelho de Lagos precisava de obras urgentes. Mas só três anos depois é que foi assinado o protocolo para a criação de novas instalações da GNR, que deveriam estar concluídas no início de 2017. Agora, o futuro posto está previsto para o edifício multifunções do Chinicato, mas as obras tardam em arrancar

Há vários anos que os militares, a população e os autarcas de Lagos reclamam por novas instalações para a GNR. O posto territorial deste concelho funciona, desde 1911, num antigo convento, construído há cinco séculos! E há pelo menos cinco anos que a Associação dos Profissionais da Guarda inclui as instalações da GNR em Lagos na “lista negra” das piores do país, devido às condições degradantes. A associação fala mesmo de “múltiplas infiltrações, estuque de paredes e teto a cair, portas e portadas a desfazerem-se e intenso cheiro a mofo em algumas divisões”.

Em setembro de 2018, foi anunciado que esta situação iria mudar “dentro de um ano e meio”, depois de a Câmara de Lagos ter aprovado uma proposta de adenda ao contrato de cooperação para a instalação do posto territorial da GNR no edifício multifunções do Chinicato, que havia sido celebrado em novembro de 2017…

Leia a notícia completa na edição em papel.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste