CULTURA

Algarve vai fazer estudo sobre cultura e criatividade

Auditório e palco do Centro Cultural de Lagos

“Cultura Algarve 2030 – Aspirações e visões de futuro” vai ser o título de um estudo que vai definir uma visão regional nas áreas da Cultura e da Criatividade, que resulta de uma colaboração entre a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve e o CIAC – Centro de Investigação em Artes e Comunicação da Universidade do Algarve, anunciou a AMAL.

O documento deve ficar concluído até ao final do verão deste ano.

 É um trabalho de auscultação do território (municípios, agentes culturais e outras entidades e organizações relevantes neste contexto) que vai permitir agregar aspirações e visões de futuro e congregá-las em grandes visões para o Algarve na próxima década.

Durante os próximos meses, a AMAL, em estreita parceria com a Faro 2027 – Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura, a Direção Regional e a Universidade do Algarve, vai promover algumas iniciativas, como conferências e sessões de debate abertas ao público, que permitam discutir temáticas específicas ligadas a esta área.

“Um documento como aquele que se pretende contruir não só se assume como linha orientadora, ainda que genérica, para os municípios e entidades regionais, como pode, e deve, ser um contributo importante para o enquadramento de políticas públicas com vista a obtenção de financiamento comunitário no próximo Quadro Financeiro Plurianual (2021 – 2027)”, enuncia a AMAL, em comunicado.

O resultado final do trabalho deve contemplar os seguintes aspetos da produção na região: O Passado – as culturas que conformam a cultura do Algarve; O Presente – análise dos dados e prognóstico da atual situação; O Futuro – prospetivas e ideias para a viabilização de projetos e apontamentos para o futuro da cultura na região.


No fundo, o que se pretende é que deixe importantes contributos para:
1. O desenvolvimento das linhas orientadoras para a cultura, artes e património nos próximos anos para a Região do Algarve;
2. A promoção de uma visão prospetiva para a cultura na região;
3. A definição dos princípios orientadores para uma visão de futuro da cultura como oportunidade de desenvolvimento;
4. A criação de valor sustentado associado à cultura na região.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste